Skip to content

03/01/2022 Notícia

Aprenda como calcular o preço da gasolina em relação ao etanol

Desde sempre, calcular o preço da gasolina em relação ao etanol é um hábito indicado para quem deseja manter os custos do carro sob controle e no menor nível possível. Mas, desde que os valores dos combustíveis começaram a aumentar, essa conta se tornou ainda mais necessária.

 

A relação etanol e gasolina parte de um princípio que dificulta a cabeça de muitos motoristas: apesar do valor do álcool ser mais baixo, ele rende menos nos carros. Assim, como saber se a economia está realmente valendo a pena? É isso que vamos te ensinar.

 

Cálculo base de 70%: ainda faz sentido?

Muito se especula sobre os famosos 70%. Isso porque, geralmente, o etanol rende 30% menos em relação à gasolina. Daí o motivo de tantas pessoas considerarem essa regra para calcular o preço.

 

Mas desde que o Inovar-Auto, programa do governo federal com objetivo de tornar os carros mais econômicos, entrou em vigor (de 2013 a 2017) a regra dos 70% se tornou cada vez menos uma verdade absoluta.

Aprenda a calcular o preço da gasolina em relação ao etanol para o seu carro

Por isso, a maneira mais segura de saber como economizar no abastecimento do seu veículo é esquecendo os 70% e considerando a realidade dele. Para tanto, você precisa ter em mente dois números: quantos km seu carro faz com etanol e quantos ele faz com gasolina.

 

Leve em consideração o seu contexto: você pretende dirigir na cidade ou pegar a estrada? É essencial saber disso porque os carros têm consumo diferentes na estrada e na cidade. O HB20 1.0 MT 2022, por exemplo, faz 9,1 km/L na cidade e 10,1 km/L na estrada, rodando com etanol. Já para a gasolina, o modelo roda 12,8 km/L na cidade e 14,6 km/L na estrada.

Depois de conferir esses números é preciso fazer uma conta básica de divisão. Vamos lá: digamos que seu veículo faz 12,8 km/L de gasolina na cidade e 9,1 km/L de álcool no mesmo contexto. Divida os 9,1 pelos 12,8 e você chegará ao número de 0,71 ou 71%.

Isso quer dizer que, se o etanol estiver custando 71% ou menos do valor do litro da gasolina, é mais vantajoso seguir com ele. Já se o resultado for exatamente 71% é indiferente. Por outro lado, se o número final for acima desse valor, é mais econômico optar pela gasolina - por mais que o valor pago seja mais caro.

Relação etanol e gasolina

Agora, se você está se perguntando sobre como saber a porcentagem de custo entre o álcool e a gasolina, é muito fácil: basta dividir o valor do primeiro pelo segundo.

 

Por exemplo, se o etanol está custando R$ 6,47 na sua região e a gasolina, R$ 7,31, divida os dois valores e você vai chegar ao resultado de 0,88 ou 88%. Ou seja, se compararmos com o exemplo acima (limite de 71%), é mais econômico abastecer com gasolina.

 

E aí, você já está pronto para calcular seus próprios custos? Na hora de fazer essa conta, lembre-se de adicionar na sua matemática uma outra questão essencial: a sustentabilidade. O etanol é considerado um combustível “verde”, ou um biocombustível, por conta do seu processo de fabricação - que é mais limpo do que a gasolina ao emitir menos carbono no ambiente.

 

Além disso, a cana-de-açúcar, matéria prima utilizada na produção do etanol, absorve de forma natural o carbono da atmosfera - contribuindo para a redução dos gases nocivos presentes no meio ambiente.